Português

3 formas sobre como o verificador de tensão bipolar da Fluke o mantém seguro

09 de Maio de 2021 | Segurança

Trabalhar com eletricidade requer verificar a ausência de tensão de funcionamento. Trabalhar em equipamentos elétricos sem garantir que estão devidamente desligados é perigoso e pode provocar ferimentos ou morte. Quer esteja a testar num disjuntor unipolar ou bipolar ou outros circuitos elétricos, é sempre importante testar a ausência de tensão antes de iniciar qualquer trabalho. A utilização de um verificador de tensão e continuidade bipolar da Fluke antes de iniciar trabalhos elétricos mantém-no seguro de algumas formas.

 

1. Indicação de tensão de quatro formas

O verificador elétrico bipolar, o verificador de tensão e o verificador de continuidade indicam a presença de tensão de quatro formas diferentes. Independentemente do tipo de local de trabalho em que se encontra a trabalhar, um dos métodos de indicação irá garantir com exatidão a ausência de testes de tensão de funcionamento. Quer se trate de um local ruidoso ou calmo, escuro ou luminoso, ou algo num meio termo, um dos quatro métodos de indicação irá garantir que sabe sempre se existe tensão perigosa. Os quatro métodos de indicação são:

  • Sinal sonoro ao detetar tensão ou continuidade
  • Luzes LED que indicam o nível de tensão
  • Display digital
  • Modo de vibração

Cada um dos quatro modelos de verificadores bipolares disponíveis oferecem uma combinação diferente de métodos de indicação.

FuncionalidadesT150T130T110T90
Indicador LED retroiluminadoXXXX
Display digital LCD retroiluminadoXX  
Teste de continuidade—resultados visuaisXXXX
Teste de continuidade—resultados sonorosX
com ligar/desligar
X
com ligar/desligar
X
com ligar/desligar
X
Indicador vibratório sob cargaXXX 
Indicação de polaridadeXXX 
Carga comutávelXXX 
Teste unipolar para deteção de faseXXXX
Indicador de campo rotativoXXX 
Deteção de tensão com pilhas descarregadasXXXX
Função de lanterna elétricaXXX 

2. Pontas de sonda adaptáveis

As pontas de sonda nos cabos de teste dos verificadores bipolares da Fluke foram concebidas para se adaptar às medições que necessita de realizar. As pontas de pressão conseguem reduzir o metal exposto de 19 mm para 4 mm, diminuindo as hipóteses de tocar acidentalmente no condutor errado ao trabalhar em espaços apertados. Estas tampas de pressão podem ser facilmente perdidas; no entanto, o verificador bipolar tem um protetor e um acessório de armazenamento para segurar as tampas e as pontas com 4 mm de diâmetro. Como bónus, o suporte para a ponta da ferramenta funciona como mão extra ao abrir tomadas de segurança.

As pontas das sondas também são roscadas, pelo que pode utilizar pontas com 4 mm de diâmetro para situações em que necessita das pontas bem fixas.

O verificador de tensão e continuidade bipolar da Fluke foi concebido com pontas de sonda adaptáveis com um acessório de armazenamento

3. Testado em conformidade com as normas de segurança aplicáveis

O verificador elétrico foi construído de acordo com as normas de segurança EN, tendo sido aprovadas separadamente por laboratórios de teste VDE independentes. O verificador bipolar foi concebido de acordo com as normas IEC EN 61243-3:2014 e HSE GS 38 para as tampas das pontas. Este consegue verificar a ausência de tensão, mesmo com baterias descarregadas. Para o manter seguro no trabalho, o verificador bipolar está classificado como CAT IV 600 V, CAT III 690 V.

Os cabos são frequentemente enfraquecidos quando são repetidamente dobrados, torcidos, enrolados e constantemente pressionados. Se o cabo do seu verificador elétrico, verificador de tensão e verificador de continuidade se partir, existe um risco de segurança elevado para o utilizador. As normas da indústria exigem que o cabo seja testado para aguentar flexões a quarenta e cinco graus e que o cabo funcione após 5000 ciclos de flexão. A Fluke submete os seus verificadores a três vezes mais testes do que a norma exige, dobrando o cabo a mais de 150 graus em cada direção.

Também está incluído o isolamento WearGuard™ para o manter seguro, facilitando a visualização de danos nos cabos de teste. Os cabos de teste resistentes e duradouros dos verificadores bipolares têm duas camadas de isolamento para maior durabilidade. Ao realizar uma inspeção dos cabos de teste, se a camada interna de cor contrastante estiver exposta, significa que os cabos de teste foram danificados e que é necessário substituí-los.

Recursos relacionados