Português

Osciloscópio vs. multímetro: escolher a ferramenta certa para testes e resolução de problemas

01 de Outubro de 2021 | Aspetos fundamentais, Osciloscópios

A diferença entre um osciloscópio e um multímetro digital é simplesmente explicada como "imagens vs. números". Um multímetro digital é uma ferramenta para efetuar medições precisas de sinais discretos, permitindo leituras de até oito dígitos de resolução da tensão, corrente ou resistência de um sinal. Um osciloscópio foi concebido para representar visualmente ondas para mostrar a força do sinal, a forma da onda e o valor de um sinal. Mas como é que a diferença entre números e imagens se traduz em testes ou resolução de problemas reais? 

Técnico a comparar um osciloscópio com um multímetro Comparação de um osciloscópio com um multímetro

Porquê utilizar um multímetro digital?

Os multímetros digitais portáteis têm normalmente entre 3,5 a 4,5 dígitos de resolução e boa exatidão. São portáteis e leves, normalmente utilizados para testes na linha da frente e medições de âmbito geral. Também contêm funções avançadas para testes de âmbito específico, como a rapidez

  • Mín./Máx.
  • Condutância
  • Referência relativa
  • Ciclo de serviço/largura de impulsos
  • Registo

Também pode encontrar multímetros digitais de alta exatidão (resolução de 5 a 8 dígitos), tipo bancada e com cabo de alimentação que não se destinam a utilização no terreno. Estes multímetros digitais são utilizados em laboratório, principalmente para investigação e desenvolvimento ou para sistemas de produção. Um multímetro digital de precisão de bancada avançado pode custar tanto quanto um osciloscópio portátil. 
 

Porquê utilizar um osciloscópio?

Os osciloscópios foram concebidos para trabalhos de engenharia ou sistemas de resolução de problemas que podem conter sinais complexos que são enviados a velocidades muito mais rápidas do aquelas que um multímetro digital consegue captar. Os osciloscópios têm motores de medição muito mais rápidos e larguras de banda de medição muito maiores do que os multímetros digitais, mas normalmente não têm a mesma exatidão e resolução que estes. Geralmente, os osciloscópios têm uma resolução equivalente a um multímetro digital de 3,5 a 4 dígitos. 

Uma das vantagens de um osciloscópio em comparação com um multímetro é que os osciloscópios também têm a capacidade de apresentar visualmente sinais complexos (a "imagem" da questão). Um osciloscópio pode apresentar, medir e isolar um sinal transitório que possa representar uma ameaça para um sistema. Também mostrará graficamente a distorção e o ruído que podem estar presentes no sinal.  

Os osciloscópios podem ser alimentados por cabo ou a bateria e podem ser grandes ou pequenos. Os modelos alimentados a bateria e de tamanho menor, para facilitar a portabilidade, são normalmente necessários para uso no terreno. Alguns osciloscópios têm multímetros incorporados, como o  ScopeMeter Fluke 120B, proporcionando-lhe números e imagens. Em muitos casos, estes tipos de osciloscópios podem substituir um multímetro. 

Osciloscópio vs. multímetro

Certifique-se de que mantém o seu multímetro digital consigo para qualquer tarefa elétrica. Utilize um para efetuar verificações de alta precisão de tensão, resistência, frequência, e outros parâmetros elétricos. Se tiver sinais de alerta ao utilizar o seu multímetro, poderá ter de utilizar um osciloscópio ou uma ferramenta mais potente para um diagnóstico mais aprofundado.

Utilize um osciloscópio se pretender fazer medições quantitativas e qualitativas. Para manutenção ou testes eletrónicos gerais, um multímetro digital é bom, mas ao testar ou resolver problemas de controlos da máquina ou de outros sistemas complexos, ou ao realizar trabalhos de conceção eletrónica, é necessário um osciloscópio.

  • Aplicações eletrónicas industriais como a automação e o controlo de processos: um osciloscópio com duas entradas isoladas e uma largura de banda de 60 MHz, 100 MHz ou 200 MHz é a escolha certa.
  • Aplicações em máquinas industriais que medem sistemas eletrónicos de energia trifásica ou sistemas de controlo de três eixos comparando e contrastam vários sinais: um osciloscópio com quatro canais de entrada isolados e uma largura de banda de 100 MHz ou 200 MHz é o ideal.
  • Aplicações em redes industriais: alguns osciloscópios acrescentam algoritmos de medição analógicos de camada física de rede industrial para validar o estado da rede.

Recursos relacionados